Copa 2014
|  ISTOÉ Online |  14.Mar.12 - 19:34 |  Atualizado em 17.Abr.14 - 13:54

Lei da Copa não vai permitir venda de bebidas nos estádios

Decisão foi tomada nesta quarta-feira (14) na reunião dos líderes da base com o líder do governo na Câmara

Do Portal Terra

shutterstock_2709578.jpg 

A liberação da venda e o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol durante a Copa do Mundo e a Copa das Confederações não serão mais permitidos. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (14) na reunião dos líderes da base governista com o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), e com o relator da Lei da Copa, deputado Vicente Cândido (PT-SP).

Agora, caberá ao relator retirar do texto da Lei Geral da Copa, em análise na Câmara dos Deputados, o artigo que libera a venda e consumo de bebidas nos estádios durante os eventos esportivos. Cândido disse que diante da decisão vai retirar o artigo do seu substitutivo a ser votado no plenário da Câmara, na próxima semana.

“Estamos entendendo que o governo não tem compromisso com esse artigo, não tem compromisso com a [Federação Internacional de Futebol] Fifa em relação à venda de bebidas nos estádios. Cabe a nós retirar do texto o dispositivo. Eu acho que fui induzido ao erro nesse item. Nesse caso, como é posição do governo e já havia várias rejeições, a base está achando melhor não encaminhar isso a voto”, disse Vicente Cândido.

O relator declarou ainda que na sua avaliação houve mudança de posição do governo, pois a orientação que vinha recebendo durante a elaboração do seu parecer era no sentido de liberar a venda de bebidas alcoólicas durante os dois eventos esportivos. “Estamos entendendo que houve mudança de posição do governo, a orientação anterior foi com a concordância do governo”.

Ao explicar a mudança de posição em relação à venda de bebidas nos estádios, o líder Arlindo Chinaglia disse que as lideranças entendiam que havia um acordo entre o Brasil e a Fifa para a liberação da venda de bebidas. “Havia dúvidas por parte de muitos líderes se o Brasil havia assumido um compromisso, ao trazer a Copa para o nosso país, que automaticamente haveria a autorização de venda de bebidas alcoólicas no estádios, até porque tem uma lei que proíbe. Hoje, ficou claro que o governo não assumiu esse compromisso”.

Chinaglia declarou ainda que a partir da constatação de que não havia o compromisso de liberação da venda de bebidas, fez um levantamento entre os líderes da base governista, e que praticamente, por unanimidade, eles se posicionaram contra a liberação da venda de bebidas. “A partir desta situação, no mérito todos os partidos se posicionaram contra a liberação da venda e consumo de bebidas alcoólicas”.

seo for cheap

EM 22/03/2014 17:15:18

r0uAEq Thanks for sharing, this is a fantastic blog article.Really thank you! Cool.


Vyolet

EM 05/03/2014 16:52:23

That hits the target peelfctry. Thanks!


check it out

EM 22/01/2014 21:54:26

SE1o8x I am so grateful for your blog. Cool.


alexandre

EM 28/03/2012 11:38:18

eles querem, birita neles com o bucho cheio de goró, irao gastar mais dolares, conversa p boi dormir nao existe bafometro na porta dos estádios, o congresso deveria se preocupar com outras necessidades, coloque a nossa tipo exportação que o pi nguço brasileiro nao conhece, so toma bomba


dj

EM 19/03/2012 21:12:01

Assim agradaria,ou tentaria agradar a todos! http://www.hoteisparacopa2014.com.br





publicidade