ISTOÉ 35 anos
|  N° Edição:  2185 |  23.Set.11 - 21:00 |  Atualizado em 27.Nov.14 - 14:45

ISTOÉ 35 anos

capas1.jpg

A palavra dos três poderes

Dilma Rousseff
Presidente da República

EDITORIAL_ESP_03_IE-2185.jpg
Meu caro Domingo Alzugaray, quero congratulá-lo por esses primeiros 35 anos de vida da revista IstoÉ. E neste cumprimento, que se estende a toda a redação da editora Três, quero saudar a dedicação das senhoras e dos senhores em apresentar aos seus leitores um Brasil em transformação.

Um Brasil que, quando a revista chegou às bancas pela primeira vez, vivia no inverno das liberdades individuais. O senhor e a sua equipe sabem como foi difícil superar esse período, como era necessário coragem para retratar os fatos com fidelidade. Das greves no ABC à geração de 15 milhões de empregos em oito anos; da volta dos exilados políticos ao Estado Democrático de Direito dos dias de hoje; do Brasil que tremia a cada crise mundial para um país que enxerga as oportunidades em um mundo multipolar, a história recente do Brasil está contada nas páginas de IstoÉ.

A revista é fruto de uma imprensa livre, plural e investigativa. Porque quem viveu os anos de chumbo dos primeiros anos de IstoÉ sabe o valor de conviver com a liberdade de imprensa. Porque a democracia exige esse contraditório. E IstoÉ não é apenas testemunha, mas também partícipe das transformações do Brasil.
Meus parabéns e um afetuoso abraço.

capas2.jpg 

 

Senador José Sarney
Presidente do Congresso Nacional

EDITORIAL_ESP_04_IE-2185.jpg
Acompanho ISTOÉ desde que surgiu em 1976 e logo se firmou como um dos principais órgãos da imprensa brasileira. Durante esses 35 anos a revista testemunhou as grandes transformações do Brasil e da sociedade brasileira. Viu o período da distensão “lenta, gradual e segura” promovida por Ernesto Geisel e Golbery do Couto e Silva, a votação da Emenda Constitucional nº 11, com a extinção dos atos institucionais, o movimento das Diretas Já, a formação da Aliança Democrática que elegeu Tancredo Neves, a transição democrática, a nova Constituição, o Plano Real, a conclusão do ciclo republicano com a chegada do primeiro operário ao poder, com Lula, e a ascensão das mulheres, com a presença firme da presidente Dilma Rousseff. Viu as transformações da sociedade e da cidadania, com sua presença na formação das decisões e a assimilação das comunicações em tempo real com todas as novas tecnologias. 


ISTOÉ continua sempre presente graças à persistência e vocação de Domingo Alzugaray. Acompanhei quando recusou uma oferta milionária pelo título: uma cláusula o impedia de fazer uma nova revista por cinco anos, e isso não podia aceitar. “Revista – disse-me ele – é o que sei fazer, é minha vida.”

ISTOÉ completa 35 anos como uma referência obrigatória e a permanência do sonho de Domingo Alzugaray.

 

capas3.jpg 

 

Ministro Antonio Cezar Peluso
Presidente do Supremo Tribunal Federal

EDITORIAL_ESP_05_IE-2185.jpg
A prática democrática exige cidadãos bem informados. É preciso entender antes de analisar, e analisar antes de apoiar ou criticar determinada proposta oferecida ao debate público. Jornalistas, com seu incansável apego ao relato dos fatos, oferecem à sociedade um bem público essencial para o pleno funcionamento da democracia. Como afirmou James Madison, “a difusão da informação é o verdadeiro guardião da liberdade”.


Seria impossível subestimar o papel da liberdade de imprensa na consolidação da democracia no Brasil. Ao lado de outros institutos, como a independência do Judiciário, o império da lei e a se­paração dos Poderes, a imprensa é um dos pilares do Estado Democrático de Direito.

Com seu exemplo de 35 anos de rigorosa busca da verdade, a ISTOÉ e seus jornalistas contribuíram de forma decisiva para a consolidação da democracia e da liberdade de expressão em nosso país. É com satisfação que parabenizo toda a equipe da revista pela comemoração desta data tão significativa. Que ela se repita por muitos anos.

 

capas4.jpg

 

 

19 de janeiro de 1976: O governo enquadra os militares da linha dura

26 de dezembro de 1977: Lei do divórcio garante o “felizes enquanto dure”

25 de julho de 1978: Uma revolução na fertilidade

12 de maio de 1978: Os trabalhadores começam a fazer história

16 de outubro de 1978: O mundo conhece João Paulo II, o papa do ecumenismo

28 de agosto de 1979: E veio a Anistia

30 de abril de 1981: O último suspiro da ditadura

24 de setembro de 1982: Identificado o vírus que ameaça a humanidade

25 de janeiro de 1984: O povo ocupa as ruas para eleger seu presidente

15 de março de 1985: Sarney, o primeiro presidente civil pós-ditadura militar

26 de abril de 1986: O desastre de Chernobyl e o pesadelo nuclear

27 de julho de 1988: A Constituição Cidadã

9 de novembro de 1989: A queda do Muro de Berlim põe fim à Guerra Fria

16 de março de 1990: O confisco sem precedentes

6 de agosto de 1991: O Big Bang da internet comercial

17 de janeiro de 1991: Os EUA iniciam a segunda Guerra do Golfo

2 de outubro de 1992: Depoimento de motorista leva ao impeachment

1º de maio de 1994: O Brasil chora a perda de um de seus maiores ídolos

17 de julho de 1994: O futebol no alto do pódio 24 anos depois

1º de julho de 1994: O plano econômico que derrotou a inflação

6 de maio de 1997: Começa a era das privatizações

23 de fevereiro de 1997: Clonagem da ovelha Dolly

1º de junho de 1998: O Viagra chega às farmácias

26 de junho de 2000: Muita esperança renasce com o Projeto Genoma Humano

11 de setembro de 2001: O atentado que mudou os EUA e abalou o mundo

1º de janeiro de 2003: O metalúrgico assume a Presidência da República

6 de junho de 2005: Mensalão abala governo e cúpula do PT

12 de maio de 2006: O crime organizado aterroriza a maior cidade do País

2 de fevereiro de 2007: A verdade inconveniente sobre o aquecimento global

15 de setembro de 2008: Explode a crise nos Estados Unidos

4 de novembro de 2008: A eleição de Obama

28 de novembro de 2010: A sociedade enfrenta o tráfico 

1º de janeiro de 2011: Uma mulher assume a Presidência do Brasil

11 de março de 2011: Terremoto, tsunami e ameaça nuclear

23 de agosto de 2011: As mudanças que vêm com a Primavera Árabe

Artigo: Guido Mantega - Ministro da Fazenda

Artigo Viviane Senna: Avanços e desafios na formação do cidadão brasileiro
 

Enrique

EM 26/11/2014 23:19:37

Just over two years http://www.acimps.org/content/blogsection/4/10/ Cheap Ditropan At that time, it formed a five-member special committee chaired by board director Timothy Dattels. Other members include Chairman Barbara Stymiest, Chief Executive Thorsten Heins, Richard Lynch and Bert Nordberg.


Lioncool

EM 26/11/2014 23:19:35

Thanks funny site http://www.healthynh.com/publications.html clomid over the counter online "We support the government's diplomatic movement, includingthe trip to New York, because we trust the government and we areoptimistic regarding it," Khamenei said in a speech quoted byISNA news agency.


Berry

EM 26/11/2014 23:19:27

Please wait http://www.avilatinoamerica.com/fr/ Buy Ezetimibe Online The Spaniard took the only break of the second to level the match then kept the pressure on by breaking at the first opportunity in the third on the way to extending his hardcourt winning streak to 13 matches.


Deangelo

EM 22/11/2014 15:21:16

I wanted to live abroad http://soappresentations.com/products/ cheap avanafil A police deputy told Fredrickson to get his hands off the cake, but the suspect then lunged for it. A second deputy joined the scuffle, sending the cake and the plastic table it was resting on into the air.


Elliot

EM 20/11/2014 06:00:20

I hate shopping http://soappresentations.com/products cheap stendra The government said in its closing argument Thursday that Manning was a traitor with one mission as an intelligence analyst in Iraq: to find and reveal government secrets, then bask in the glory as a whistleblower.





publicidade