Cinema
|  N° Edição:  2222 |  07.Jun.12 - 19:00 |  Atualizado em 30.Out.14 - 09:59

"Fiquei empolgada, querendo fazer as cenas de sexo"

Aos 22 anos, a atriz Kristen Stewart, que conquistou o mundo com a série "Crepúsculo", conta como deixou de lado a ingenuidade para atuar nua em uma trama mais adulta

Elaine Guerini, de Cannes

Assista ao vídeo:

kristen_site.jpg

 

 

 

chamada.jpg
CARREIRA EM ASCENSÃO
Sucesso em “Crepúsculo”, Kristen busca novos desafios:
“Não quero me repetir como atriz”

 

A atriz americana Kristen Stewart tem somente 22 anos. Já figura, no entanto, como uma das “celebridades mais poderosas do mundo” na famosa lista da revista “Forbes”. Uma das provas desse poder ela deu pessoalmente no Festival de Cannes do qual participou com o filme “Na Estrada”, adaptação do livro de Jack Kerouac assinada por Walter Salles. O filme não ganhou absolutamente nada, mas ninguém causou tanto furor nem foi tão badalada como Kristen (“Na Estrada” entra em cartaz no Brasil no mês que vem, e ela interpreta uma jovem sexualmente aventureira, que protagoniza cenas de sexo e nudez). Em cifras, todo sucesso da atriz pode ser traduzido em cachês que já lhe renderam US$ 12,5 milhões por filme e numa fortuna de aproximadamente US$ 34 milhões. Fama e fortuna que ela conquistou sobretudo com os dois últimos episódios da saga “Crepúsculo’’, franquia que já arrecadou US$ 2,5 bilhões – “Amanhecer – O Final’’ chega aos cinemas em novembro. Como se vê, um grande filme atrás do outro. No momento, ela brilha nas telas como protagonista de “Branca de Neve e o Caçador’’, uma sombria versão do clássico conto de fadas. Durante o Festival de Cannes, ela recebeu a reportagem de ISTOÉ para a seguinte entrevista.

ISTOÉ – Sendo tão jovem, como lida com o furorque desperta nos fãs e na mídia?

Kristen Stewart – Minha vida não é tão loucaquanto parece. O furor vem quando promovo um filme e preciso pisar o tapete vermelho. Mas eu seria uma psicopata se não me comovesse com a paixão do público.

ISTOÉ – Como é servir de modelo para outras jovens?

Kristen – As pessoas escolhem os seus modelos. Se eu parasse para pensar na percepção que as meninas têm de mim e calculasse os meus movimentos, passaria a mentir sobre mim mesma.

ISTOÉ – O dinheiro lhe dá sensação de poder? Segundo a “Forbes’’, você faturou US$ 34 milhões em 2011

Kristen – Nunca tive muita intimidade com dinheiro. A insanidade que ele desperta em muitas pessoas ainda é um mistério para mim.

ISTOÉ – A sua fama e fortuna começou com a saga “Crepúsculo”, que está chegando ao fim. E agora?

Kristen – Adoro olhar para trás e ver o longo caminho que trilhei, mas não quero me repetir como atriz. Essa fase incrível que estou vivendo, de filmar sem parar, devo ao “Crepúsculo’’.

ISTOÉ – Filmes mais adultos, como “Na Estrada’’, podem alienar os seus fãs?

Kristen – Não é algo com que eu deva me preocupar. Vou fazer os filmes que eu quiser. Não vou pensar se os fãs gostarão ou não.

ISTOÉ – Na vida real, você já fez longas viagens de carro como a sua personagem em “Na Estrada’’?

Kristen – Coloquei o pé na estrada com duas amigas pouco antes de iniciar as filmagens. O carro ficou imprestável no fim da jornada. Foi incrível sair por aí de carro, sem destino, com tanto espaço diante de seus olhos.

ISTOÉ – Como foi filmar as cenas de sexo e drogas do livro?

Kristen – Sexo promíscuo e drogas não têm hoje o mesmo caráter transgressor daquela época. Os personagens do livro experimentaram de tudo porque eram aventureiros e queriam testar os seus limites.

ISTOÉ – Ficou nervosa ao tirar a roupa no set?

Kristen – Eu me senti segura e protegida, ao mesmo tempo em que senti uma responsabilidade enorme em retratar Marylou com fidelidade nas cenas. Como sou muito diferente dela, fiz questão absoluta de perder o controle.

ISTOÉ – Explique melhor.

Kristen – Sou muito implosiva, enquanto tudo o que Marylou faz é para fora. Se ela ri, ri para fora e não para dentro, como eu. Por conta disso, fiquei empolgada, querendo fazer as cenas de nudez e sexo. E fazer direito.

ISTOÉ – Você tem aversão à ideia de princesa? Como concordou em filmar “Branca de Neve e o Caçador’’


Kristen – É verdade, quando eu era criança, em vez de me fantasiar de princesa, eu adorava colocar uma armadura de cavaleiro de plástico.

ISTOÉ – Você esperava encontrar na vida um príncipe encantado?

Kristen – Nunca sonhei com príncipe encantado. Não gosto da ideia de a mulher ter de esperar por um tal príncipe para ser finalmente completa e feliz. Prefiro as figuras femininas fortes, que correm atrás do que querem.

ISTOÉ – Quando criança, qual era o seu conto de fadas favorito?

Kristen – “Mogli - O Menino Lobo”.

ISTOÉ – Nenhuma personagem feminina nunca a agradou?

Kristem – Se tiver de escolher, fico com a Bela, de “A Bela e a Fera”: ela teve a coragem de se envolver com um monstro sem se preocupar com o que os outros iriam pensar.

ISTOÉ – Como foi estar em Cannes com “Na Estrada’’, ao mesmo tempo em que seu namorado, Robert Pattinson, defendia o filme “Cosmópolis’’?

Kristen – Tenho muito orgulho dele, e ele, de mim. Nós já lucramos por estar em Cannes, o maior festival do mundo.

ISTOÉ – Acredita ter uma visão diferente de Hollywood por ter crescido nos sets em Los Angeles? (Kristen é filha de Jules Stewart, mais conhecida como supervisora de roteiros, e John Stewart, gerente de palco de programas de tevê.)

Kristen – Sempre admirei os meus pais. Acompanhar a rotina deles desde criança fez de mim uma trabalhadora de colarinho azul, que não tem medo de pegar no pesado. Tenho uma paixão por filmes desde os 5 anos.

ISTOÉ – Você começou a atuar aos nove anos. Do que você se lembra?

Kristen – Eu me sentia o máximo! Tudo o que eu queria era que os adultos falassem comigo no set. Estava cansada de ficar olhando tudo de fora, só esperando que meus pais terminassem o trabalho para me levar para casa. Eu ficava entediada. 

img.jpg

Stefan

EM 07/03/2014 04:59:15

You did a great job on Andrew's photos. Andrew and Ryan are like two peas in a pod when it comes to the flips I can't belivee he's graduating this year! Can't wait for you to capture the boys.


Edilma Correia Santos

EM 13/06/2012 14:20:32

VOMOS FAZER UM ABAIXO ASSINADO.


Gilson Machado

EM 12/06/2012 09:38:41

Realmente, deveria existir uma lei que obrigasse todos os brasileiros a ESTUDAR; não apenas os filhos de políticos.


INHO INHOS

EM 08/06/2012 14:16:22

FALARAM QUE EXISTE UM PROJETO QUE OBRIGA QUE OS FILHOS DOS POLITICOS DOS BRASILEIROS SERIAM OBRIGADOS A ESTUDAREM EM ESCOLAS PUBLICAS. cOM ESTE INSTRUMENTO ACREDITO QUE A EDUCAÇÃO DO BRASIL SE TORNARIA DE QUALIDADE DE PRIMEIRO MUNDO. VAMOS LUTAR PARA QUE ESTE PROJETO SEJA ANALISADO E APROVADO.





publicidade