Seu bolso
|  N° Edição:  2195 |  02.Dez.11 - 21:00 |  Atualizado em 01.Nov.14 - 01:57

Como economizar no Natal

Com a chegada do fim do ano, começa também a correria para as compras. Para evitar o estresse, organize suas despesas e não passe apuros no futuro

Adriana Nicacio e Fabíola Perez

O Natal é uma época de sonhos. Mas eles não precisam custar caro demais. Antes de ir às compras, especialistas recomendam prestar muita atenção à situação financeira em que você se encontra. A dica é ter sempre em mente que o início do próximo ano também é um período de gastos, que requer planejamento e cautela. “Primeiro, a pessoa deve fazer as contas de todos as despesas do mês seguinte”, aconselha o educador financeiro, Mauro Calil. “Só depois, ela pode calcular quanto vai sobrar para as compras de fim de ano”. Mesmo assim, Calil ressalta que não é saudável financeiramente gastar metade do 13º salário em presentes. Segundo ele, 25% do rendimento deve ser reservado para os investimentos. Antes de iniciar o planejamento, é essencial que a família se reúna para conversar e decidir em conjunto como serão dimensionados os gastos. O presidente do Instituto Dsop de Educação Financeira, Reinaldo Domingos, alerta que, no Natal, as famílias costumam gastar em média de 30% a 40% da renda em excessos que poderiam ser repensados e cortados. Para isso, o indicado é que você aproveite o simbolismo típico da época, optando por amigos-secretos com valores combinados e ceias em que cada participante dê a sua colaboração. A seguir, confira como economizar e aproveitar o Natal sem extravagâncias.

img1.jpgimg.jpg

 

 

PZQyPYcft

EM 24/06/2012 18:34:08

test_clean_base1.txt;1;1


Veridiana

EM 06/12/2011 10:16:58

O Prof. Mauro Calil é mesmo muito bom.


Marli

EM 05/12/2011 06:30:47

Excelentes dicas!


Marli

EM 05/12/2011 06:30:26

Excelentes dicas!





publicidade