Gisele Vitória
Gisele Vitória é jornalista, diretora de núcleo das revistas ISTOÉ Gente, ISTOÉ Platinum e Menu e colunista de ISTOÉ

Nova apresentadora

"Menina, foi uma brincadeira. Sabe aquilo de um convidado sacanear o outro? E lá estou eu", gargalha Giselle Itié

GENTE-01-IE-2331.jpg

“Menina, foi uma brincadeira. Sabe aquilo de um convidado sacanear o outro? E lá estou eu”, gargalha Giselle Itié. Ela entrou no ar como apresentadora do programa “Hoje em Dia”, da Record, substituindo a titular Chris Flores, que está de férias. A atriz, estrela da emissora, participara do programa matinal ao lado do pai, o chef Fernando Itié, e do humorista Rafael Cortez. “Brinquei com o Cortez dizendo que na segunda-feira estaria lá. Mas, depois do movimento nas redes sociais, na mesma noite recebi uma ligação para ‘brincar’ de apresentadora”, conta. Giselle está gostando tanto da experiência que confessa o interesse pelo novo ofício.

Dostoiévski à vista

GENTE-02-IE-2331.jpg

De férias da tevê, Carolina Dieckmann só quer descanso. “Depois de anos emendando um trabalho no outro, estou me dando ao luxo”, diz a atriz. Mas um projeto desafiador está a caminho. “Os Irmãos Karamazov”, clássico de Dostoiévski e um dos maiores romances da literatura russa,  pode virar minissérie, com Carol no elenco. “Só que este projeto ainda não está aprovado pela Globo. É um desejo da diretora Amora Mautner”, despista ela. Enquanto isso, a atriz curte ainda o efeito Copa ao lado dos filhos Davi, 14 anos e José, 6. “Eles são completamente viciados. Em casa, somos flamenguistas e torcemos unidos pelo nosso time”, diz. E, com sabedoria futebolística, emenda: “Na final, torci pela Argentina. Sou fã incondicional do Messi, mas reconheço a qualidade técnica da seleção alemã. O título foi merecido”. Na foto, Carol estrela uma campanha da marca Morana.

Bala

Música para os olhos
No fim de semana passado, um fato curioso chamou a atenção no show “Gilbertos Samba”, do cantor Gilberto Gil, que inaugurou o Theatro Net, em São Paulo. Durante o espetáculo, um casal de intérpretes da língua brasileira de sinais (Libras) traduzia as canções em tempo real. Até Gil interagia com os intérpretes. Pouco usual, a prática já existe na filial carioca do teatro. A procura por ingressos cresceu entre os deficientes auditivos, que saem emocionados por fazerem parte do show.

Cleóprata, em família

GENTE-04-IE-2331.jpg

Angelina Jolie já avisou que quer sair de cena em grande estilo. Além de anunciar que se aposentaria quando desse vida à Cleópatra em uma superprodução cinematográfica, agora ela deseja que o filme seja uma grande celebração familiar. Assim dizem os tablóides britânicos. Segundo o “Daily Mirror”, Jolie já estaria negociando papéis para seus seis filhos (Maddox, Zahara, Shiloh, Pax, Vivienne e Knox) e para o marido, o ator Brad Pitt. O casal não trabalha numa mesma produção desde “Sr. e Sra. Smith”, em 2005, quando o romance começou. A atriz acabou de contracenar com a filha Vivienne em “Malévola”. Ela já havia declarado que não gostaria que seus filhos seguissem seus passos na carreira. Parece que está revendo a ideia.


“Hoje, sinto como se minha cena (do beijo gay) tivesse ido ao ar”

GENTE-05-IE-2331.jpg

Bruno Gagliasso vai estrear no cinema. E o ator já começa na telona com três produções. Em “Isolados”, de Tomás Portella, que entra em cartaz em setembro, ele contracena com José Wilker. No filme “Jogos Clandestinos”, de Caio Cobra, ele estreia em novembro como um assaltante de cassinos. Em “Não Aprendi Dizer Adeus”, sem data de estreia, ele protagoniza o cantor Leonardo nessa cinebiografia. Na tevê, Gagliasso grava a próxima minissérie de Gloria Perez, “Dupla Identidade”, e vive um serial killer. Foi também com Gloria, em 2005, na novela “América”, que Bruno sofreu a censura daquele que seria o primeiro beijo gay na teledramaturgia. A seguir, o ator comenta a frustração na época e, hoje, a vitória contra a censura nas cenas protagonizadas por Mateus Solano e Thiago Fragoso, e Giovanna Antonelli e Tainá Muller:

ISTOÉ – Você estreia com um personagem complexo...
Gagliasso –
“Isolados” é um dos primeiros thrillers psicológicos do Brasil. Faço o dr. Lauro, médico psiquiatra que se en­­volve com uma paciente. Em uma viagem dos dois, a personalidade dele muda completamente e ele mostra quem é.

ISTOÉ – José Wilker está no filme. Como recebeu sua morte e como se sente tendo contracenado com ele em seu último trabalho?
Gagliasso –
Fiquei muito triste quando soube. Mas fico feliz em poder ter trabalhado com ele e visto sua postura no set, sua generosidade. Ele era leve, amava o que fazia.

ISTOÉ – Você também está em “Dupla Identidade”, uma aposta grande da Globo...
Gagliasso –
Sou Edu, um serial killer. Um desafio para mim. É muito boa, tem padrão de série gringa.

ISTOÉ – Em “Jogos Clandestinos”, você atua ao lado da sua mulher, Giovanna Ewbank?
Gagliasso –
Sim! É química garantida, é uma parceria da vida em cena. Não tem como não ficar bom.

ISTOÉ – Tivemos o beijo gay nas novelas “Amor à Vida” e “Em Família”. Em 2005, na novela “América”, você gravou um beijo gay , que foi censurado. Como se sente hoje? Afinal, o primeiro beijo gay da teledramaturgia deveria ter sido do seu personagem...
Gagliasso –
Na minha época diziam que o público não estava pronto. Eu discordo. Quem somos nós para dizer quando o público está pronto ou não? O papel da arte também não é oferecer ao público algo que transforme?
Na época, o corte da cena do beijo, que foi filmada, foi bem frustrante. Mas hoje fico feliz com a evolução, sinto como se minha cena tivesse ido ao ar. 


publicidade

roberto

EM 31/07/2014 15:39:46

A piada na policia e de que a policia tem que usar petista como escudo humano. Desse jeito, o pcc nao atira no escudo humano petista e o pcc nao atira na policia. Porque o PT E DONO DO PCC. E NINGUEM MORRE


roberto

EM 27/07/2014 14:24:51

Bolsa familia nao vai impedir que o seu filho se junte a ao pcc e vire bandido. Bolsa familia nao vai impedir que a sua filha vire prostituta. Trabalho/emprego vai impedir essas tragedias. Quando o PSDB voltar ao poder PSDB vai criar milhoes de empregos evitar milhoes de tragedias


roberto

EM 27/07/2014 14:16:41

Quando o protesto e contra a copa/contra o pt. Pt contrata o black blocs para fazer tumulto no protesto, para fazer vandalismo no protesto, para tentar tirar a legitimidade do protesto, para agredir policia, para fazer pancadaria, para atirar bomba/rojao nos manifestantes e matar jornalistada band


roberto

EM 27/07/2014 14:14:20

Eloysa samy petista falou para o black blocs que estava na hora de comecar a confusao contra os manifestantes da copa, de comecar o vandalismo no rio. AGORA TEMOS PROVAS CONCRETAS QUE O PT E O BLACK BLOCS ESTAO JUNTOS