Gisele Vitória
Gisele Vitória é jornalista, diretora de núcleo das revistas ISTOÉ Gente, ISTOÉ Platinum e Menu e colunista de ISTOÉ

Nem Chaplin vai fugir da Raia

Na reta final da temporada do musical "Crazy For You", que reestreia nesta semana em São Paulo, Claudia Raia já tem dois grandes projetos engatados para 2015

GENTE-ABRE-IE-2335.jpg

Na reta final da temporada do musical “Crazy For You”, que reestreia nesta semana em São Paulo, Claudia Raia já tem dois grandes projetos engatados para 2015. Em março, vai produzir o espetáculo “Chaplin, the Musical”, da Broadway, que conta a vida de Charles Chaplin e terá o ator Jarbas Homem de Mello, seu namorado, no papel do adorável vagabundo. Depois, ela revisita a própria trajetória em “Raia, 30 anos”, musical que celebrará seus 30 anos de carreira. Antes disso, porém, Claudia já está louríssima para sua volta à tevê na próxima novela das sete, “Alto Astral”, que estreia em novembro. Claudia conversou com a coluna durante o fórum de marketing do Lide, de João Doria Jr., no Guarujá:

ISTOÉ – Você atuará no musical sobre Chaplin?
Claudia Raia–
No Chaplin não. Eu comprei os direitos e o Jarbas será o Chaplin. É um megaespetáculo. Só vou produzir, até porque vou estar fazendo a novela das sete, “Alto Astral”. Mas em junho estreio o espetáculo “Raia, 30 anos”, uma celebração dos melhores momentos da minha carreira tanto no teatro quanto na televisão. Será dirigido pelos três homens da minha vida: José Possi Neto, Jorge Fernando e Miguel Falabella. Cada um dirige um pedaço. Sempre tive essa ideia de fazer um grande musical. Já fiz muita coisa no teatro e na televisão. Há três anos estou pensando nisso, até que o Frederico Reder, dono do Theatro NET, me lançou isso de que, sim, temos que fazer.

ISTOÉ – Que momentos da carreira você já escolheu para o “Raia, 30 anos”?
Claudia –
Na tevê, vão aparecer quase todos, mas a gente ainda está armando. Estou captando recursos e ainda não sei te dizer que forma isso terá. Tem muito material a ser pesquisado.

ISTOÉ – O espetáculo vai abordar sua vida pessoal?
Claudia –
Dos meus filhos, porque são meu maior aplauso. Eles farão parte de alguma forma. Mas nada da minha vida pessoal. Até porque vou celebrar meus 30 anos de carreira, e não meus 47 anos de vida.

ISTOÉ – O que resume seus 30 anos de carreira?
Claudia – Sou muito grata a tudo que a vida me deu. Sou uma lutadora, nada me vem fácil. Vou atrás. Agradeço aos amigos, aos encontros profissionais, às alianças que fiz nesses 30 anos de carreira e de Rede Globo. E aos três homens que me ajudaram a ser quem eu sou hoje. Meus três diretores prediletos.

Um filme para Saulo Ramos

GENTE-02-IE-2335.jpg

Já está escrito a quatro mãos o roteiro que conta a vida do jurista Saulo Ramos. Pouco antes de morrer, em 2013, aos 83 anos, o ex-ministro da Justiça se encantou com o filme “Dois Filhos de Francisco” e procurou a roteirista Carolina Kostcho. Surpresa, ela aceitou o desafio, junto com o marido, Bráulio Mantovani. A direção será de Daniel Augusto, que comandou o elenco de “Não Pare na Pista – A Melhor História de Paulo Coelho”. Antônio Augusto será o protagonista. “Não é uma biografia. É um filme de tribunal, tendo como pano de fundo o impeachment do ex-presidente Collor”, diz Carolina. As filmagens começarão em 2015.

GENTE-A-IE-2335.jpg

Balas

Bolsa de apostas

Palpite de ilustre empresário, experiente em eleição: Marina vence Aécio no primeiro turno, mas perde para Dilma no segundo. “Para ganhar, Dilma terá que fazer ajustes, como mudar ministros.”

King is in the air

Roberto Carlos comprou um novo avião.

Na Bienal, em São Paulo

A Bienal do Livro estreia com 22 autores na Arena Cultural. Cassandra Claire, autora da série “Os Instrumentos Mortais” (Record), terá duas mesas, nos dias 23 e 24. Os debates serão mediados por Jorge Félix e Mona Dorf.

Jantar para Testino e Christopher Bailey

GENTE-03-IE-2335.jpg

Jantar para Testino e Christopher Bailey Donata Meirelles e Nizan Guanaes estão a todo vapor nos preparativos do jantar que vão oferecer em casa para Mario Testino e Christopher Bailey, diretor criativo e CEO da grife Burberry. “Será algo pequeno, para 35 casais, mas vai ter as surpresinhas da Casa Amarela”, brincou Donata, durante a homenagem a Nizan no Fórum de Marketing Empresarial do Lide.

GENTE-04-IE-2335.jpg

 A festa será na quarta-feira 27, véspera da inauguração da exposição “In Your Face”, que retrata a diversidade da obra do fotógrafo peruano em 122 fotos escolhidas pelo próprio Testino. Bailey virá ao Brasil pela primeira vez para prestigiar a mostra na Faap, em São Paulo.

GENTE-06-IE-2335.jpg

Parto pelo SUS

GENTE-05-IE-2335.jpg

 

Logo que comemorou a gravidez de dez semanas, Thássia Alves, mulher de Alexandre Padilha, candidato do PT ao governo de São Paulo, decidiu: fará o pré-natal e o parto do primeiro filho pelo SUS. Ao contrário do ex-ministro da Saúde – que aos 42 anos não tem plano de saúde por opção –, Thássia, 29 anos, tem seu seguro mas não quer usar. “É uma convicção. Acredito no programa Rede Cegonha e nada tem a ver com a campanha do meu marido”, garante a jornalista. Junto há dois anos e meio, o casal já fez a primeira consulta em uma unidade básica de saúde (UBS), em São Paulo.

Estrela da vez

GENTE-07-IE-2335.jpg

Lily Collins é a bola da vez em Hollywood. Filha de Phil Collins, ela recebeu boas críticas em “Um Sonho Possível”, onde contracena com Sandra Bullock, e como Branca de Neve, em “Espelho, Espelho Meu”, ao lado de Julia Roberts. Agora, prepara-se para filmar a sequência do blockbuster “Os Instrumentos Mortais”, prevista para 2016. Também dará vida à Elizabeth Bennett em “Orgulho e Preconceito e Zumbis”, nova versão de “Orgulho e Preconceito”, da escritora Jane Austen. “Depois de viver a Branca de Neve e a Clary Fray, é incrível poder viver Elizabeth Bennett no cinema. Vou ter vivido minhas três heroínas favoritas”, diz a atriz. Seu estilo à la Audrey Hepburn chamou a atenção de poderosas marcas de moda e beleza. Lily é o novo rosto da Lâncome Paris, que a contratou para estrelar a linha de gloss Lip Lover, da marca francesa.  
 


publicidade

roberto

EM 26/08/2014 18:42:21

O povo vai decidir. Se o povo quer PRIMEIRO MUNDO E PSDB. Se o povo quer idade media e psb. Se o povo quer idade da pedra e pt


roberto

EM 26/08/2014 18:21:31

PSDB tem que acreditar que o pt ira destruir marina rapidinho com um milhao de mentiras. Como o pt fez em 2010. PSDB tem que acreditar que ira ao segundo turno contra dilma. Entao PSDB tem que criticar duramente a dilma. Tregua so funciona para a dilma que esta em primeiro lugar


roberto

EM 26/08/2014 18:10:38

Se marina vence, o brasil fica parecendo o estado do para. Para e uma miseria. Se a dilma vence, o brasil continua parecendo o estado do piai. Piai e uma miseria. Se o aecio vence o brasil fica parecendo o estado de SP. SP e o estao mais rico do brasil. PSDB 100 ANOS NA FRENTE DO PT E PSB


roberto

EM 26/08/2014 17:47:43

E ai, pt do 7 a 1. O 7 a 1, foi a MAIOR VERGONHA, VEXAME, HUMILHACAO NA HISTORIA DO PAIS. FORA PT DO 7 A 1


roberto

EM 23/08/2014 13:39:12

Bolsa familia nao vai impedir que o seu filho se junte ao pcc e vire bandido. Bolsa familia nao vai impedir que a sua filha vire prostituta. Trabalho/emprego e o que vai impedir essas tragedias. PSDB vai criar milhoes de empregos e PSDB vai evitar milhoes de tragedias