Gisele Vitória
Gisele Vitória é jornalista, diretora de núcleo das revistas ISTOÉ Gente, ISTOÉ Platinum e Menu e colunista de ISTOÉ

"Já fiz sexo no primeiro encontro"

Anitta deu o seu show das poderosas na gravação da nova atração da Rede TV!, o programa "Chega Mais", que estreia no domingo 1º, às 18h30

 GENTE-ABRE-IE-2361.jpg

 

Anitta deu o seu show das poderosas na gravação da nova atração da Rede TV!, o programa “Chega Mais”, que estreia no domingo 1º, às 18h30. Em entrevista ao apresentador Matheus Mazzafera no quadro “na mira das divas”, a cantora apimentou o papo respondendo a algumas provocações do stylist. Contou que é abusada nas paqueras “quando tem que ser” e defendeu a igualdade de direitos na alcova. “Sim, já fiz sexo no primeiro encontro e toda mulher deve ter esse direito. Hoje em dia, porém, sou mais seletiva para escolher meus pretendentes”, disparou. Pois o eleito mais recente de Anitta é o cantor Luan Santana. Eles foram vistos aos beijos na festa de casamento do cantor Thiaguinho com a atriz Fernanda Souza na terça-feira 24, em São Paulo. Mas esse não teria sido o primeiro encontro. A estreia do affair aconteceu no calor do Carnaval baiano.  

Felizes na casa de Edemar? 

IEpag56e57_Gente-1.jpg

A mansão de 4.000 m2 do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, quem diria, foi o cenário da minissérie “Felizes para Sempre?”,  da Globo. Um dos aposentos do ex-controlador do finado Banco Santos virou o cafofo onde morava a garota de programa Dani Bond, vivida por Paolla Oliveira. Com cinco andares, a casa em São Paulo também abrigou a sala de estar dos personagens de Enrique Diaz e Maria Fernanda Cândido. Tudo autorizado pelo juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho, interessado em atrair potenciais compradores no leilão da mansão, avaliada em R$ 110 milhões. O dinheiro indenizará credores de Edemar, que, ao quebrar em 2004, devia R$ 2,1 bilhões.

O debate dos vestidos, o beijo indesejado e a faxina

IEpag56e57_Gente-2.jpg

 

O red carpet do Oscar 2015, desfile de moda mais esperado, comentado e polêmico do planeta, ganhou um tom de desdém na voz de algumas estrelas. Atrizes como Cate Blanchett, Emma Stone e Julianne Moore defenderam a bandeira da campanha #askhermore, para que jornalistas fizessem perguntas além de seus lindos vestidos. “Não pergunte apenas sobre o vestido, mas sobre a mulher que o está usando”, pregou o lema sonífero. De nada adiantou e os looks reinaram entre os temas da noite: Jennifer Lopez e seu volumoso e decotado Elie Saab dividiu opiniões. Julianne Moore foi elogiada por seu Chanel para receber sua primeira estatueta como Melhor Atriz em “Para Sempre Alice”. Scarlett Johansson surgiu deslumbrante em um Versace verde e surpreendeu com a inacreditável silhueta pós-parto. Mas os embalos inesperados de John Travolta desconcertaram e enfureceram a atriz. Ele a surpreendeu com um beijo indesejado e uma mão boba. Já Lady Gaga fez a sua parte com mais uma bizarrice: o longo Alaia com luvas vermelhas, como as de faxina. Seria para limpar o lixo de Hollywood?

Gelo no restaurante

GENTE-06-IE-2361.jpg

 

Dois dias após o lamentável episódio em que foi xingado e expulso aos gritos do hospital Albert Einstein, Guido Mantega jantava no sábado 21 com a mulher, Eliane, e amigos no restaurante José, em São Paulo, quando Fernando Haddad chegou. Ele entrou com a primeira-dama, Ana Estela, passou pela mesa de Mantega, mas não falou com o ex-ministro da Fazenda. Subitamente o prefeito de São Paulo decidiu não ficar. Passou de novo por Mantega, afagou o sócio da casa, Cacá Ribeiro, e saiu. Recém-aberto, José tem como chef Rodrigo Lacerda, que cozinhou no Fouquet’s em Paris. FHC também já foi lá.

GENTE-07-IE-2361.jpg   

Bala

Sem água e sem circo
Para uma empresa que precisa desesperadamente cortar custos e pensa em cobrar taxas extras, pode fazer sentido a a Sabesp ter cortado o patrocínio de uma sala de cinema no bairro de Pinheiros, em São Paulo. O contrato de quatro anos expirou em janeiro, no auge da “crise hídrica”. A sala Sabesp de cinema, rebatizada de Cinesala, é um dos raros cinemas de rua da capital paulista. Cabem 221 espectadores.  A sala tem como sócios o ex-craque de futebol Raí e os empresários Adhemar Oliveira, Paulo Velasco e Rodrigo Makray. 

Cinquenta outros tons

GENTE-09-IE-2361.jpg

 

Nem só de cinza vive Dakota Johnson. A estrela de “50 Tons de Cinza” escolheu uma cor mais quente para o red carpet do Oscar. A bordo de um Yves Saint Laurent vermelho, a nova queridinha de Hollywood ficou entre as mais bem-vestidas da noite. Tudo perfeito, não fosse a declaração da mãe, Melanie Griffith, em entrevista ao vivo a Lara Spencer, da TNT. Griffith disse que não veria o filme estrelado pela filha. “Ela é uma atriz muito boa. Não preciso ver o filme para saber disso”. Irritada, Dakota retrucou: “Está bem, não precisa ver. Jesus Cristo”!Em tempo: a atriz anda ligada na moda brasileira. Dakota desfilou por Nova York com brincos de esmeraldas do designer Ara Vartanian, o preferido de Kate Moss.  

GENTE-08-IE-2361.jpg 

Fotos: Sérgio Caddah/TOP Magazine (Anitta); Jason Merritt/Getty Images; Divulgação (Oscar); Divulgação (Dakota brinco, Edmar e Paolla)


publicidade