Ricardo Boechat
Com Ronaldo Herdy

Sem medo

Horas após sair da lista de prováveis ministros de Michel Temer, Antônio Mariz de Oliveira esteve na sede do Instituto dos Advogados de SP

Horas após sair da lista de prováveis ministros de Michel Temer, Antônio Mariz de Oliveira esteve na sede do Instituto dos Advogados de SP. Cabia ao criminalista dar boas vindas a três associados. Foi além. Disparou contra a instituição “que se vê como o quarto Poder da República, apoiada pela mídia”. Disse que a advocacia está sob “inacreditável ataque de setores da sociedade”. Sobre ter assinado manifesto contra a Lava Jato deu de ombros: “se isso me impede de assumir cargo público, outros 160 colegas também estão descartados”. Concluiu que ele e nem ninguém é capaz de interferir na Lava Jato.

BOE-ABRE-IE.jpg

Justiça
Saída legal

Invadido em 2000 por integrantes do MST, um mega terreno nas margens da rodovia Uberaba-Campo Florido(MG) virou bairro populoso. Uma imobiliária ajuizou processo de reintegração de posse. Anos se passaram e a área ganhou até serviços públicos. Como o STJ admitiu ser impossível implodir a comunidade e retirar os seus moradores, o caso virou ação de perdas e danos. Um perito vai agora avaliar quanto cada ocupante terá que pagar ao antigo dono da propriedade.

Eleições 2016
Reeleição à vista

Centenas de candidatos a prefeitos e vereadores estão perdidos. Não sabem como pagar o marqueteiro da campanha (as doações estão sob leis severas) e o contratado tem dificuldade em descobrir como contabilizar a grana sem dores de cabeça com o rigor da Justiça eleitoral. Ótimo para os prefeitos bem avaliados que, assim, não terão grandes dificuldades para impor derrota aos opositores.

Forças Armadas
Cinco estrelas

Nessa dança de cadeiras para formação do ministério Temer, em função das muitas variáveis envolvidas, o nome de Nelson Jobim para a Pasta da Defesa cresceu. Aliás, ele gostou bastante da experiência em conduzir as Forças Armadas, em recente passagem no cargo.

Economia
Plano A

Nas conversas para formar seu ministério, Michel Temer desejou entregar a Pasta da Fazenda para Pérsio Arida. Ambos conversaram. Os compromissos do economista com o banco BTG, onde é um dos sócios, resultou em um “não, obrigado”. O plano de Temer incluia convite para Henrique Meirelles ser parte da equipe – mantido com “up grade”.

BOE-04-IE.jpg

Desperdício
Micos

Péssimas notícias para o bilionário Fundo de Infraestrutura do FGTS. Seus investimentos na Sete Brasil - R$ 2 bilhões - Odebrecht Transport - R$ 2,5 bilhões - e Energimp - R$ 500 milhões - estão indo para o ralo, com a provável falência dessas empresas. Nunca é demais lembrar que tais recursos são gerados por empregos com carteira assinada – algo em vertiginosa queda no Brasil atual.

Planalto
Sem jargão
O clima em Brasília é de tal desânimo que o Palácio do Planalto não recorreu da decisão da Justiça Federal, que mandou cortar a frase conceito “Somos todo Brasil”, da campanha que tem como mote a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Orçada em R$ 25,6 milhões, várias peças precisaram ser ajustadas na semana passada, como os filmes em que a voz de Toni Garrido enfatiza “agora somos um só time (...), um time de 200 milhões”.

BOE-02-IE.jpg

Insolvência
Pódio vazio

Crise que é crise chega até onde não se imagina. Na Casa da Moeda, por exemplo, eldorado onde se produz as cédulas e moedas do país, entre outras preciosidades. Depois de muitas trocas de presidentes (a última na semana passada), o quadro é de desolação. O Banco Central parou de encomendar dinheiro. Clientes privados escassearam. E, para culminar, está atrasada a cunhagem das medalhas de ouro, prata e bronze da Olimpíadas. Cinco mil atletas e 94 mil participantes (prestadores de serviço, voluntários, etc.) estão na lista dos que receberão o prêmio. Se ficar pronto.

BOE-03-IE.jpg

PMDB
Desafio

Michel Temer vai ter que trabalhar muito para conquistar a confiança do eleitor. Mais da metade (54%) dos consultados pelo Gerp acredita que o Brasil não melhora de imediato com a saída de Dilma Rousseff e do PT. Para outros 38%, sim.

Corrupção
Vestindo a carapuça

A Suprema Corte dos EUA acaba de rever a condenação por corrupção do governador de Virgínia, Robert McDonnell. Ganhou US$ 177 mil
em presentes de um vendedor de suplementos dietéticos. O juiz John Roberts, presidente do tribunal,  justificou a revisão destacando que as leis anticorrupção poderiam criminalizar ações de todos os políticos. O ministério público americano sustenta que revogar a condenação seria um estímulo ao crime. A decisão final sairá até o final de junho.

Impeachment
Sufoco maior

Continua o inferno astral de Dilma Rousseff. O Instituto Gerp fez uma pesquisa na semana passada em que ouviu 400 eleitores cariocas, em todas as áreas da cidade. Nela 58% disseram não acreditar que a presidente pode se tornar melhor gestora caso se livre do processo de impeachment no Senado. A favor de seu afastamento definitivo estão 66% dos entrevistados. A maior surpresa veio em outra pergunta do questionário: 89% são favoráveis as eleições gerais ainda este ano.

BOE-05-IE.jpg

Indústria
Entre eles

Imediatamente após o anúncio do CADE acatando pedido da CSN para participar do Conselho de Administração da Usiminas, as ações das duas companhias subiram bastante (4,69% - CSN e 6.25% Usiminas). Seria um sinal do mercado de que acredita que essa pode ser a salvação da siderúrgica mineira. A briga segue dura como o aço que fabricam. A Usiminas pediu ao Cade para reconsiderar a decisão.

Opulência
Apesar da pindaíba...

O Planalto vem dando gás a gastos das Forças Armadas. No Exército, saiu da gaveta a compra de 186 blindados leves da fabricante Iveco, por preço a definir. Na Marinha, a modernização do navio “Bahia” deverá custar 40 milhões de euros – metade do valor pago pelo Brasil há 20 anos. Finalmente, na Aeronáutica, além dos bilionários caças Gripen e de US$ 134 milhões para manutenção do AeroDilma (em breve AeroTemer), está prestes a ser arrendado um Boeing 767-300, de apoio logístico, por US$ 124 milhões. Pelo visto, estamos em guerra...

Aviação civil
Por um triz

A Aeronáutica investiga o acidente com um avião King Air B-200, na pista do Condomínio Terravista, em Trancoso (BA), no feriado da semana passada. O grande susto foi na hora do pouso. Apesar de danos no trem de pouso, hélice e motor esquerdo, as dez pessoas a bordo tiveram ferimentos leves, inclusive seu proprietário, o advogado carioca José Antonio Fichtner. O bimotor PT-MCM já foi utilizado algumas vezes por Aécio Neves, amigo da família. E a pista baiana é a mesma onde morreu em 2009, o empresário Roger Wright e toda a sua família.

BOE-01-IE.jpg

Fotos: Valor Econômico / Ag. O Globo; Regis Filho/Valor/Folhapress; ALAOR FILHO/AGENCIA ESTADO/AE; EVARISTO SA/ AFP PHOTO; Gordon Elias
 


publicidade