• Produção
  •   |  ISTOÉ Online
  •   |  26.Aug.14 - 18:46
  •   |  Atualizado em 27.Aug.14 - 09:48
Menos feriados ajudam PIB no 3º e 4º trimestres
AE

Tudo indica que a economia parou ou até mesmo teve retração no primeiro semestre, mas a ligeira melhora esperada para o terceiro e quarto trimestres do ano deverá contar com uma ajuda providencial do calendário. Na segunda metade de 2014, quatro dos cinco feriados nacionais caem no fim de semana, o que significa um maior número de dias úteis tanto em relação ao início do ano, prejudicado pela Copa do Mundo, quanto em comparação ao mesmo período do ano passado.

Como consequência, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, soma de toda a renda gerada no País em determinado período) pode ganhar até 0,7 ponto porcentual no resultado do terceiro trimestre, em relação ao trimestre imediatamente anterior. O cálculo é da LCA Consultores, que estima que os feriados do segundo trimestre tiraram 0,4 ponto do crescimento em relação ao primeiro trimestre do ano.

Editorial
MARINA FURACÃO

O imponderável entrou porta adentro da eleição com uma força capaz de mexer nas pesquisas e mudar o rumo das campanhas. Desde a semana passada, esse fator atende pelo nome de Marina Silva, substituta do...


Últimas Entrevistas

Ziraldo 22.Ago.2014
Tony Ramos 15.Ago.2014



ISTOÉ Multimídia

São Paulo volta a discutir o que deve fazer com o conjunto de viadutos no centro da cidade conhecido como Minhocão. Entenda as propostas sobre o futuro desse ícone paulistano.

Ouça a faixa "Retornado"

Ouça a música "É Corpo, É Alma, É Religião"

Ouça a música "Brand New"


COLUNAS E BLOGS