• Sem queixa
  •   |  ISTOÉ Online
  •   |  28.Aug.14 - 18:45
  •   |  Atualizado em 28.Aug.14 - 20:12
Último manifestante preso em protestos em SP ganha liberdade
Terra

Preso desde o dia 2 de julho, o motorista João Antonio Alves de Roza foi solto na última sexta-feira após pedido feito pela Defensoria Pública de São Paulo. A soltura de Roza, no entanto, só foi divulgada nesta quinta-feira. Ele é o último manifestante a ser libertado em São Paulo.

Roza foi envolvido no caso durante a investigação de danos materiais a uma concessionária de carros importados, na Marginal Pinheiros, próximo à ponte Eusébio Matoso, ocorridos durante um protesto na capital paulista no dia 19 de junho. Em julho, a polícia identificou o acusado como a pessoa que aparece segurando um extintor de incêndio e atirando o equipamento contra a vitrine da empresa, segundo análise de imagens de câmeras de segurança. No entanto, como não houve queixa da concessionária prejudicada, como exige o Código Penal, o manifestante responderá apenas a processo por associação criminosa.

Editorial
MARINA FURACÃO

O imponderável entrou porta adentro da eleição com uma força capaz de mexer nas pesquisas e mudar o rumo das campanhas. Desde a semana passada, esse fator atende pelo nome de Marina Silva, substituta do...


Últimas Entrevistas

Ziraldo 22.Ago.2014
Tony Ramos 15.Ago.2014



ISTOÉ Multimídia

São Paulo volta a discutir o que deve fazer com o conjunto de viadutos no centro da cidade conhecido como Minhocão. Entenda as propostas sobre o futuro desse ícone paulistano.

Ouça a faixa "Retornado"

Ouça a música "É Corpo, É Alma, É Religião"

Ouça a música "Brand New"


COLUNAS E BLOGS